Concreto bombeado: quais cuidados tomar em uma construção?

Concreto bombeado: quais cuidados tomar em uma construção?

O uso do concreto bombeado é bastante comum em obras em que as distâncias são longas, quando é preciso fazer o lançamento de um grande volume de concreto em pouco tempo e nas construções em alturas muito elevadas. Porém, é preciso ter cautela com a composição da mistura e com o tipo de bomba. Saiba mais sobre o assunto aqui.

Em várias construções, o uso da bomba para aplicação do concreto é uma alternativa para facilitar algum processo. Essa ação gera economia de tempo, redução dos custos com mão de obra e equipamentos e aumento da produtividade. Logo, não é difícil perceber a importância dessa atividade para os mais diversos projetos e obras. Neste artigo, vamos explicar um pouco mais sobre o concreto bombeado, citando alguns cuidados que os profissionais técnicos devem ter ao trabalhar com ele.

O que é exatamente concreto bombeado?

O concreto bombeado é aquele que pode ser transportado por meio de tubos rígidos ou mangueiras flexíveis até o local onde será manipulado, principalmente locais de difícil acesso. Para isso, é usada uma bomba de alta potência, dispensando o uso de carrinhos de mão, guinchos ou gruas.

Esse tipo de concreto é imprescindível quando as distâncias em uma obra são longas e também em casos de construções em alturas muito elevadas (por exemplo, grandes edifícios). Ele também serve para os casos em que é necessário realizar o lançamento de um grande volume de concreto em um período de tempo muito curto.

Há basicamente quatro fatores que merecem atenção quando se lida com o concreto bombeado: sua consistência, o tipo correto de bomba, a preparação adequada do canteiro de obras e a execução do procedimento em si.

Cuidados com a composição do concreto

O concreto bombeado deve ter uma consistência fluida para não haver problemas de deslocamento dentro do tubo. O objetivo é reduzir ao máximo o atrito e evitar a formação de grumos (ou caroços).

Basicamente, quanto mais alto for o local de lançamento, mais fluidez o concreto deverá apresentar. Essa consistência pode ser alcançada diminuindo o diâmetro do agregado graúdo (usando brita 0 no lugar da Brita 1, por exemplo) ou utilizando aditivos minerais e superplastificantes capazes de acentuar essa característica.

Porém, ao deixar o concreto mais fluido, é inevitável que a retração seja aumentada isto é, há uma diminuição considerável de seu volume. A única solução é dar atenção especial à cura do material para evitar a perda rápida de água.

Fonte:

No Comments

Post a Comment