INSPIRE-SE

Notícias que fazem a diferença
para inspirar o seu dia a dia.

concretagem-em-obras

Concretagem sem erros

Como evitar falhas durante a concretagem da obra

Após a concretagem é importante respeitar o período de cura úmida do concreto.

A concretagem é uma das fases mais importantes de uma edificação, e muitas vezes, a mais longa que envolve uma obra.

Para evitar erros durante a fase de concretagem, que podem gerar retrabalho ou graves problemas estruturais no futuro, é importante ficar atento à escolha do tipo certo de concreto para cada elemento estrutural; bem como o tempo a ser considerado durante o processo – que contempla desde a chegada do caminhão, passando pelo descarregamento do concreto e vai até o término do serviço da mão-de-obra – e também a escolha das ferramentas adequadas a serem  utilizadas – entre elas, estão o mastro, a bomba de projeção e as gruas.

De acordo com a engenheira e professora da Universidade São Judas Tadeu (USJT) e sócia da ACI – Academia da Construção e Inovação, Larissa R. G. J. de OIiveira Flaifel, a principal forma de evitar falhas durante a concretagem é que se faça um bom planejamento mediante, obviamente, à(s) peça(s) estrutural(is) que serão concretadas.

“Quando se fala em planejamento faz parte desse avaliar o volume a ser concretado no dia mediante a capacidade produtiva da equipe responsável pelo serviço”, ressalta. Assim como ao fornecimento das usinas concreteiras (quando concreto usinado), o qual deve ser delineado com antecedência e prudência junto às mesmas.

Dicas para evitar falhas durante a concretagem

Avaliar o clima antecipadamente à concretagem é extremamente importante, pois em dias muito chuvosos, por exemplo, não se indica que se execute esta etapa.

Seja pela umidade e presença de água em si, pois, a água afeta diretamente o fator água/cimento do concreto diminuindo sua resistência característica (fck), quer seja pela própria produtividade do pessoal de campo. “Ademais é importante reforçar que a execução de uma concretagem deve ser também, sempre, balizada por um projeto estrutural que contemple as informações e detalhes construtivos necessários à obra”, ressalta.

Ainda de acordo com a docente, existem etapas compreendidas como fundamentais como condições de início para uma concretagem, que, se atendidas, evitam e/ou minoram substancialmente falhas, a saber:

Conferência das formas: quanto ao alinhamento, posicionamento e qualidade, sempre respeitando o projeto específico de formas;

Conferência do escoramento: quanto ao projeto específico de escoramento, verificando e assegurando seu posicionamento, dimensões, apoio de base etc;

Conferência das armaduras: quanto ao projeto específico estrutural, verificando e assegurando seu posicionamento, dimensões (bitola, comprimento) e aferindo a presença dos espaçadores, os quais asseguram o cobrimento correto da estrutura evitando fenômenos patológicos pertinentes e decorrentes da armadura exposta, como corrosões

– Assegurar que o desmoldante seja devidamente aplicado às formas;

– Conferir as instalações elétricas e hidrossanitárias e shafts que passem pela estrutura para que estejam em consonância com os projetos correspondentes

Durante a concretagem é também importante respeitar algumas condições, como:

  – Na chegada do concreto, quando usinado: assegurar que da saída do concreto da usina até o término da concretagem pertinente ao respectivo caminhão betoneira não sejam ultrapassados 2 horas e meia (2h30min);

– Realização dos ensaios característicos: slump test e coleta de corpos de prova para posterior avaliação/aferição da resistência característica à compressão (fck);

– Utilização de vibradores de imersão: evita as falhas de concreto durante o processo de concretagem garantindo total preenchimento das formas, evitando as “bicheiras”;

Ainda de acordo com a docente, após a concretagem é importante respeitar o período de cura úmida do concreto e que este seja realizado de forma eficaz, mediante o clima e especificidades da obra e da região. Também conferir e assegurar que o reescoramento esteja devidamente posicionado e que fique por 28 dias, conforme indica o referido projeto.

O processo de desforma deve ser feito com cautela de modo a não prejudicar as peças recém concretadas, assim como as próprias formas em si, as quais normalmente são de reuso. “Embora seja óbvio, é importante ressaltar que todos os materiais devem ser de qualidade e que a equipe executora tenha expertise na execução dos serviços tendo por base os projetos envolvidos e todas as premissas executivas da construtora”, finaliza.

Fonte:

Ao continuar a navegar ou clicar em "Aceitar todos os cookies", você concorda com o armazenamento de cookies próprios e de terceiros em seu dispositivo para aprimorar a navegação no site, analisar o uso do site e auxiliar em nossos esforços de marketing.
Política de Privacidade
Configurações de cookies
Aceitar todos os Cookies
Ao continuar a navegar ou clicar em "Aceitar todos os cookies", você concorda com o armazenamento de cookies próprios e de terceiros em seu dispositivo para aprimorar a navegação no site, analisar o uso do site e auxiliar em nossos esforços de marketing.
Política de Privacidade
Configurações de Cookies
Aceitar todos os Cookies